RADICALISMO


Porque falar de radicalismo?

Você se sente radical?

Quem você colocaria na sua lista de pessoas radicais?

Vamos primeiro ver o que significa radicalismo para não ficarmos delirando em supostos conceitos que vemos por aí sem fundamentação.

Significado de Radicalismo (Dicionário Online de português)

Substantivo masculino

Modo de agir de quem é radical, intransigente, inflexível; intransigência.

[Política] Sistema político segundo o qual uma sociedade deverá ser alvo de mudanças profundas, além de passar por uma completa transformação de sua organização social.

Expressão

Radicalismo filosófico. Doutrina filosófica e política cujas principais características são o liberalismo econômico, o racionalismo, o utilitarismo e o individualismo.

Etimologia (origem da palavra radicalismo). Radical + ismo.

Sinônimos de Radicalismo

Radicalismo é sinônimo de: intransigência, extremismo, inflexibilidade


Modo de agir de quem é radical, intransigente, inflexível, se formos ver os significados destas palavras também vamos cair no intolerante, que não se dobra, não se curva.

A sociedade hoje está presenciando a polarização, em que dois lados supostamente contrários, e digo supostamente pois não existe ser humano que possa estar de um lado só, ele é naturalmente conveniente de acordo com sua necessidade de sobrevivência física e emocional. Devido a isso vemos que estamos em desequilíbrio, a cada ataque, defesa e fuga de um suposto lado e do outro, mais inflexibilidade nas idéias ocorrem.

Não há nenhum tipo de diálogo, a lógica da realidade passa longe, a briga por vencer emocionalmente tem perdurado por dias, meses, anos, séculos, e alguém um pouco mais lúcido que assista a este estado de inconsciência dirá que o ser humano está indo para o abismo dos transtornos psiquiátricos. O homem tem seu papel no mundo mas existe um limite, e tudo que bate num limite precisa ser transposto, ir além daquilo que conhecemos como somente sobreviver, precisamos viver e para isso conhecer o homem que nos manifesta é fundamental, só assim ele terá seu papel de servo de um ser inteligente e sensível.

Quanto mais polarização menos inteligência e sensibilidade em ação, nenhum lado sairá vencedor e se supostamente for declarado vencedor por seus pares, saberá um dia que tudo é transitório e impermanente, será naturalmente traído por si mesmo, por falta de autoconsciência.

Ouço as vezes as pessoas falarem que com ele é 8 ou 80, que é radical mesmo, mas quando o prato da balança pende para o outro lado, este mesmo ser se manifesta como uma criança caprichosa e chorosa pedindo clemência. E isso não é diferente comigo também pois só estou falando por experiência própria.

Radicalismo é sinônimo de: intransigência, extremismo, inflexibilidade.

O que sobra quando o ser humano age desta forma? Perde pessoas queridas do seu coração? Coloca outras que nem conhece em risco, e tudo bem porque não se importa com elas?

Até onde vai as consequências desses comportamentos ninguém tem noção nenhuma disso, por exemplo, se não me previno em relação a contaminação do vírus da Covid-19, aglomero, faço tudo o que eu quiser, eu posso não sentir nada e nem pegar a doença, mas posso ser o transmissor e jamais saberei até onde foi o prejuízo dessa minha atitude. Isso importa?

Para um ser sensível e inteligente sim, mas para os inconscientes com certeza não.

Deixo aqui uma reflexão:

Vocês sabem o que é o fiel da balança?

É o que produz o equilíbrio dos pratos.

Em uma sociedade os pratos equilibrados produzem a justiça.

A justiça quando exercida estimula a dignidade.

A dignidade quando exercida estimula a educação.

A educação quando exercida estimula bons educadores, bons médicos, bons advogados e excelentes políticos.

É Tempo de Ser e tentar entender a vida no seu mais amplo contexto a partir de si mesmo.

Autora : Edna Martin

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

* 2020

autoconhecimento@ednamartin.com.br

(14)997176291

  • YouTube
  • Facebook ícone social
  • Instagram
  • Twitter ícone social

Orgulhosamente criado com Wix.com